Esquinas

ESQUINAS é um convite a um passeio, se não (também) uma fresta a dizer do mundo, em mais um compilado de experimentações poéticas do cearense Mailson Furtado. Escritas entre 2018 e 2022, enovela formas e temáticas, ampliando o dizer do poeta em sua pesquisa de provocação de mundo através de um lirismo áspero (vezes-quando a beliscar o riso irônico) na costura de tantas singularidades dispersas. A luz, em seus diversos meandros – físico, ilusório, concreto, é a base principal deste caminho. Dividido em 4 seções, ESQUINAS é um itinerário, e cartografa arestas de vida suspensas no eterno caminhar da luz. A primeira rua (seção I), apresenta numa voz seca, cética (através de conceitos da física) e mística o que seja a vida, provocando-a (quando não, arengando-a); a/na segunda rua (seção II), a luz segue, ainda protagonista, mas mergulha ao desvelar humano, na pesquisa ao encontro do eu, em sua psique e concretude no real de um hoje pós-moderno; caminho (seção III) segue o eu, no entanto, trazendo em primeira pessoa a vida dada pelo próprio autor, descobrindo-o sob rasuras, esbarrando a lembrar e registrar toda essa travessia em postais ao avesso (seção IV), moldando imagens desafinadas de todo o trilhar.
Leia Mais

Nômade

nômade é um compilado dos primeiros escritos e publicações poéticas do cearense Mailson Furtado. Compõe-se de 43 textos, todos escritos de 2007 a 2014, publicados inicialmente nos livros Sortimento e Versos Pingados, 2 deles, em Passeio pelas ruas de mim, e outros 5, inéditos. Sem um lugar fixo de encontro, traz incrustada na sua voz […]
Leia Mais

Ele

ele. Um abordar biográfico daquele(s) que não se conta(m), e, por vezes, nem se sabe(m): a história d’ele – a ser tantos e nenhum. Um poema-livro (ou uma crônica, também) sobre o viver de um cidadão comum, preso a flutuar sobre seus dias e lugares, inerte ao próprio destino, dito e visto em/como terceira pessoa. […]
Leia Mais

Tantos Nós

Tantos Nós é a primeira publicação dramatúrgica do cearense Mailson Furtado. Um texto montado a partir de relatos autobiográficos por membros da CIA Criando Arte de Varjota|CE, e em circulação desde 2017. Apresenta a seara de 4 jovens, que são tantos, numa pequena cidade do interior, a viverem seus instantes juvenis mais intensos através da […]
Leia Mais

À cidade

Com elementos geográficos, históricos, sociológicos, políticos, físicos, metafísicos, folcloristas, genealógicos, à cidade é um poema que vem apresentar de forma contemporânea uma visão de uma cidade do sertão, com plano de fundo para aquelas banhadas ou mudadas indiretamente pelo caminhar do Rio Acaraú na Zona Norte do estado cearense. O poema mistura a vida do […]
Leia Mais

Passeio pelas ruas de mim [e de outros]

Passeio pelas ruas de mim [e de outros] é o 4º trabalho poético do cearense Mailson Furtado. A poesia visual, poema-crônica, micropoemas, microrroteiros são algumas das novas propostas e experimentações, que o poeta traz, um tanto distantes de trabalhos anteriores. Os poemas, em texto e imagem, continuam a narrar a cidade de Mailson (já presente […]
Leia Mais

Nenhum produto no carrinho.

X